sábado, 28 de fevereiro de 2015

O viver no amor



Prof. Izaias Resplandes de Sousa
Nós vivemos tempos de ódio, de desentendimento, de egoísmo e de falsidade. No entanto, com muita facilidade, vemos as pessoas abrindo a boca para dizer a outra: eu amo você.

Amar parece que virou uma mentira banal, quando deveria ser o sentimento mais profundo e verdadeiro a brotar do coração de alguém. Temos aprendido que aquele que ama, não busca os seus próprios interesses antes de atender aos interesses daquele que diz amar. Ele pensa primeiro no outro e não em si. Esse é realmente o primeiro e grande princípio do amor.

E nesse sentido, a Bíblia diz que o amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, 1 Coríntios 13:4-7.

Quantos nãos para dizer, contrário senso, que o amor não pode ser identificado com quaisquer desses defeitos humanos. E que é sentimento profundo que brota da alma, que se incomoda com a maldade, com a inveja, com o pouco caso de muitos...

Ah, o amor! Há tanta coisa inclusa nesse pacote etiquetado com o verbo amar. Com certeza, passaríamos a vida toda tentando viver alguns momentos em cada uma delas e não esgotaríamos o conhecimento singular de todo seu conteúdo. Mas podemos destacar dentre elas, uma que é tão importante quanto ele:  o perdão. 

Aquele que ama de verdade é capaz de perdoar sempre, ainda que a ofensa tenha sido muito grave. Se alguém não é capaz de perdoar outrem é porque não ama essa pessoa e talvez nunca a tenha amado, porque o amor nunca falha com o outro.

As profecias poderão ser aniquiladas; o falar em línguas, poderá cessar; a ciência poderá desaparecer, mas o amor nunca falhará. É isso que entende de 1 Coríntios 13:8.

Se formos nos aprofundar nesse estudo, meus queridos, veremos que o viver no amor, para o cristão, implica em um estar disposto a um sacrificar permanente de quase tudo em favor do outro. Sim, quase tudo, porque Deus e sua Palavra jamais poderão ser sacrificados por qualquer coisa.

Assim diz a Bíblia: Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. Mateus 10:37.

É assim que o amor a Deus deve estar acima de tudo. Esse é o primeiro grande mandamento, um ensinamento do próprio Senhor Jesus Cristo. Quando lhe perguntaram qual era o grande mandamento na lei,  Jesus disse: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento, Mateus 22:36-38.

No entanto, em que pese o amor a Deus estar acima de tudo, não há dúvida de que aquele que ama a Deus, antes de tudo também amará a seu irmão de todo o coração. Não é possível amar a Deus, sem amar seu irmão. Quem pensa que isso é possível, engana-se a si mesmo e vive mais uma das grandes mentiras do amor. É o que afirma a Palavra de Deus.

Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão, 1 Jo 4:20,21.

Deus está muito acima de nós em todos os sentidos. É certo que temos por objetivos estarmos um dia e para sempre com Ele, no reino dos céus, que está muito além do reino da terra. Mas para que isso aconteça nós temos que nascer de novo, temos que nos tornar novas criaturas, temos que avançar além do individualismo que marca nossas vidas. Faz-se necessário que aprendamos a amar, da forma como Deus nos amou, sem visar recompensas pessoais, sem querer levar vantagem de alguma forma. Só o verdadeiro amor pode nos salvar de nós mesmos e de um triste destino nas profundezas do inferno.

O céu é para aquele que aprendeu a amar. E é Deus quem nos ensina sobre o verdadeiro amor, posto que ninguém nunca amou alguém da forma como Ele amou, ao ponto de ofertar-se a si mesmo, na pessoa do Filho Unigênito, em sacrifício vital pela salvação de todos nós. É nessa escola de Deus que devemos buscar a nossa salvação. Não importa o quanto seja ruim o nosso semelhante. Não importa se ele presta ou não presta, se em nosso conceito ele vale a pena ou não. Se não formos capazes de amar essas pessoas que consideramos inúteis e desprezíveis, não seremos aptos para o reino dos céus.

É isso que significa viver no amor. Deus prova o seu próprio amor para conosco, dando-nos seu filho Jesus para morrer por nós quando nós ainda éramos pecadores. O amor deve ser demonstrado exatamente àqueles que são menos queridos e que Deus ama tanto quanto a qualquer outro e talvez até mais, porque estes precisam de doses ainda muito mais elevadas de seu amor. 

Na verdade, quando oferecemos essa demonstração de amor aos demais, nós estamos testemunhando que, de fato, nós somos discípulos de Jesus. Essa é a prova que ele nos mandou oferecer. E se somos, verdadeiramente, seus discípulos, nós cumpriremos os seus mandamentos, principalmente a este mandamento de amor.

E então todos conhecerão que somos discípulos de Jesus, quando nós demonstrarmos que amamos, de verdade, uns aos outros. João 13:35.

E então todos saberemos que somos amigos de Jesus, quando fizermos o que Ele nos mandou fazer. João 15:14.

É de ver que a falta de amor na vida das pessoas é a razão das tristezas, dos sofrimentos, das separações, das brigas e das discussões sem sentido. Quem vive no amor, deve buscar o entendimento, a paz e a união. Esse é o cerne da grande mensagem que recebemos da parte de Deus.

Assim diz o apóstolo Paulo:

Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco. 2 Coríntios 13:11.

Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz. 1 Coríntios 14:33.

E, por último, ao encerrarmos essa reflexão, queremos destacar as três perguntas de amor feitas por Jesus, a Simão Pedro em João 21:15-17. 

Diz o texto sagrado que, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros, João 21:15.

Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas, João 21:16.

Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas, João 21:17.

A conclusão é que o viver em amor implica em um assumir responsabilidades de cuidado, de zelo, de carinho e de atenção para os mais frágeis, os menores e todos aqueles que precisarem de mais atenção dos homens. Aquele que quer amar é preciso estar disposto a isso a viver esse tipo de vida, de coração, de alma e de mente.

Não há dúvidas de que seja muito fácil dizer que se ama alguém. A língua pode ser rápida para falar “eu te amo”. Mas a realidade, bem diferente disso, tem demonstrado que a maioria dessas declarações de amor são vazias e mentirosas, não passando de meras teorias. Eu as chamo de mentiras de amor.

E, amar, meus queridos, não é um princípio meramente teórico. Não é uma mentira. Não é um simples jogo de palavras, que se lança da boca pra fora. Amar é uma prática de vida iniciada por Deus e que deve ser desenvolvida com empenho e dedicação por todos aqueles que de fato desejam se tornar filhos de Deus e herdeiros das moradas do reino dos céus.

Que Deus nos abençoe e nos ajude a nos aperfeiçoarmos no amor.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Rio dos Crentes tem mais energia

Em 1983, quando chegamos em Rio dos Crentes, tudo era ainda muito rudimentar. Não havia casa, não havia nada além da mata.
Irmã Benedita Aquino e seu filho Euzeni Aquino (Théo) em frente ao primeiro salão de estudos
Era o começo de uma jornada que perduraria no correr dos anos. Os barracões eram cobertos de lona ou de palha de babaçu, palmeira abundante em Poxoréu. Os bancos dos salões e a maioria das camas eram "tarimbas". 
Os primeiros bancos no primeiro salão de estudos
Na cozinha ainda tínhamos o fogão de lenha com as panelas de carvão que eram lavadas diretamente no rio.

Mulheres lavando louças no rio
Começamos como pioneiros. A primeira iluminação foi com os lampiões a gás. Depois veio o gerador e finalmente a luz elétrica chegou em Rio dos Crentes.

Casa de Missionários. Ao lado o poste com o transformador.
Com a luz tudo muda de figura. As imagens ficam mais nítidas. A vida parece ganhar ainda mais vida. 

Chave ligada. Mais energia em Rio dos Crentes
Mas o tempo foi passando. E nosso velho transformador, comprado em 1994 chegou aos 21 anos de uso e já estava suportando mais a demanda, principalmente com o advento das novas tecnologias.

Novo transformador sendo instalado
E assim, neste ano de 2015, adquirimos um novo transformador, mais potente e mais moderno. Esperamos que a vida em Rio dos Crentes continue ainda mais alegre, agora que temos mais energia elétrica para iluminar o nosso Acampamento.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Dorisvaldo, de Jaciara, MT

Esse é Dorisvaldo, o Mole, mas que de "Mole" não tem nada. É duro na queda. Tem sido um bom parceiro em nossos mutirões no Acampamento Rio dos Crentes. É esposo de Daiane e pai do Davi. Pertence à Neo de Jaciara, MT


O Davi é o garotinho ao centro.
Os demais são: Pr. João Rita, Gérson e Dorisvaldo (de Jaciara); Pr. Sebastião, Éderson e Ânderson (de Rondonópolis).



Essa é a irmã Daiane, esposa de nosso irmão
 Dorisvaldo.



Daiane e Dorisvaldo, valorosos irmãos da Neo de Jaciara, MT.



Dorisvaldo e suas filhas

Fotos do Retiro de Poxoréu


Se você desejar ver e compartilhar temos muitas fotos do Retiro deste ano em https://www.facebook.com/izaias.resplandesdes…/photos_albums
É só clicar. Abraços.

Um retiro bem brasileiro em Poxoréu

XXXIII Retiro de Famílias de Poxoréu: um retiro bem brasileiro


Foi maravilhoso. Como tem acontecido nos últimos anos, o povo de Deus que vem participar do Retiro de Famílias, em Poxoréu, MT, Brasil, não tem de que reclamar.


Tivemos bom tempo, com chuvas leves para amenizar a temperatura do verão poxoreano. Boa comida, bons estudos, professores capacitados e excelentes companhias. 


Neste ano tivemos um  retiro de famílias bem brasileiro. Não tivemos a satisfação de receber os nossos irmãos dos países vizinhos. Todos os participantes do XXXIII Retiro de Rio dos Crentes nasceram no Brasil.


Foram registradas a presença de 276 pessoas, sendo que 29 vieram de Mato Grosso do Sul e as demais vieram de nosso querido Mato Grosso, sendo 15 de Jaciara, 26 de Nova Olímpia, 4 de Barra do Bugres, 4 de Tangará da Serra, 16 de Barão de Melgaço, 11 de Poxoréu, 22 de Primavera do Leste, 9 de Nova Brasilândia, 21 de Sorriso, 54 de Cauiabá e Várzea Grande, 18 de Santo Antônio do Leste, 3 de Nobres e 43 de Rondonópolis.


Os estudos foram ministrados pelos missionários da UMNT - União Missionária Neotestamentária, bem como por pastores e professores das Igrejas Neotestamentárias de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Pr. Ivon Silva e sua esposa Joneide Montezuma
A Coordenação geral do Retiro ficou a cargo do Pr. Ivon Pereira da Silva, da Neo de Cuiabá, o qual fez um excelente trabalho, articulando as forças de voluntariedade de todos os participantes.

Legado de Família

O plano de Deus é que o homem viva em família.
Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca, Salmos 68:6.
Deus permite que o homem escolha obedecer ao Seu plano ou estabelecer o seu próprio plano.
Leia mais em:

A formação de obreiros

É fato que Jesus tem chamado a cada um de nós para servir aos seus propósitos na edificação de Sua igreja. 
Prof. Izaias Resplandes
Não é nossa intenção ensinar aos irmãos a maneira correta de servir, porque isso, o próprio Senhor, através da unção do Espírito Santo, com certeza já o tem feito e continuará fazendo ao longo de nossa jornada, sempre que isso for necessário. Queremos apenas compartilhar com os amados alguns pensamentos sobre esse assunto; pensamentos esses que temos adquirido ao longo de nossa vida como estudante da Palavra de Deus. Leia mais em: 

sábado, 14 de fevereiro de 2015

XXXIII Retiro de Famílias em Poxoréu

Poxoréu, Mato Grosso, Brasil. Acampamento Rio dos Crentes. Teve início da manhã de hoje o XXXIII Retiro de Famílias realizado nessa localidade pelas Igrejas Evangélicas Neotestamentárias.
Plenária de abertura
O evento teve início em 1983. E de lá, para cá vem se repetindo, ano a ano, sempre nessa época do ano. Neste retiro, na primeira contagem, registramos a presença de 253 participantes, sendo representadas as cidades de Ladário e Campo Grande (MS); Rondonópolis, Jaciara, Barão de Melgaço, Várzea Grande, Barra do Bugres, Nova Olímpia, Tangará da Serra, Sorriso, Cuiabá, Santo Antônio do Leste, Primavera do Leste e Poxoréu (MT).
Pr. Ivon Silva
A abertura do Retiro aconteceu às 9 h da manhã, sob a coordenação geral do Pr. Ivon Pereira da Silva.
Plenária noturna
Na ocasião foi apresentada a programação do encontro, as igrejas presentes; também foi apresentado o regulamento e as orientações gerais para os dias do Retiro.
Momento de louvor coletivo
O Retiro espiritual de Poxoréu, MT, tem em vista a formação e edificação espiritual do povo neotestamentário. Para tanto, conta com uma programação de estudos, os quais, neste ano de 2015 serão ministrados pelos missionários da UMNT - União Missionária Neotestamentária, por pastores  e professores das igrejas neotestamentárias.
Grupo de participantes
Além das atividades formativas, os participantes tem a oportunidade de participar de atividades de confraternização e integração da irmandade.

Oh, quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união (Sl. 133,1).
Irmão Dorisvaldo e filhos (à esquerda)
Neste ano, os estudos tem sido conduzidos pelos missionários Isaias da Silva Almeida, Paulo César Moraes e Ademar Soares de Lima, bem como por suas esposas Rosângela, Marinalva e Elisabete, respectivamente.
Lindas adolescentes neotstamentárias
Além dos missionários, também estão cooperando com ensinos, os pastores Nanao Yamamoto (Neo Planalto, Campo Grande, MS), Ivon Pereira da Silva (Neo Bosque da Saúde, Cuiabá), Honório Neto e Roque Nascimento (Neo de Barão de Melgaço), João Rita (Jaciara) e Itamar Soares de Lima (Neo de Nova Olímpia).

Os participantes são divididos em cinco classes: adultos, jovens, adolescentes, crianças e berçário.
Missionários Rosângela e Isaias
Também contamos com o apoio e a cooperação nos ensinos, de várias irmãs e irmãos, dentre os quais destacamos: Milca Ricardo, Nelci, Elisângela, Cléberson, Sandra Nonato, Altamiro, Ana Paula Montezuma, Ana Paula Dias, Joelma, Ruth, Helena, Maria do Carmo, Marluce e Izaias Resplandes.
Eudilene e sua mãe, irmã Benedita
Deus tem abençoado o seu povo com excelentes formadores.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

EBF 2015

EBF 2015
Escola Bíblica de Férias
Neo Testamentária do Castanheiras


Realizada no dia 07/02 (sábado) , dando continuidade ao Domingo (08/02 )pela manhã, uma estratégia para atrair as Crianças para EBD.

Tema "Uma criança segundo o Coração de Deus"
Baseado na vida do Salmista Davi


Versículo - Salmo 51:10

Deus nos surpreendeu, tudo aconteceu além de nossas expectativas, tudo foi suprido conforme a perfeita vontade dEle!





Oração antes de Iniciar a programação.



Louvores




Momento Missionário

Lição

Crianças que aceitaram a Jesus


 (63 Crianças foi o total)


Agradecemos a toda Igreja que participou, que contribuiu para que essa obra acontecesse.
Cada Equipe que se reuniu, ensaiaram, oraram, trabalharam,compartilharam momentos e aprendizados, tudo em prol de um resultado positivo.
Alcançamos Juntos

"Louvai ao Senhor porque Ele é bom e não muda"



domingo, 8 de fevereiro de 2015

Bem-vindos a Rio dos Crentes


A cidadela "Rio dos Crentes", Acampamento das Igrejas Evangélicas Neotestamentárias, situada na cidade de Poxoréu, MT, está pronta para receber a irmandade em mais um Retiro de Famílias.
O campo de futebol está uma beleza
Neste último final de semana, contamos com a cooperação de um valoroso grupo de irmãos, oriundos de Rondonópolis, Jaciara, Primavera do Leste e Poxoréu, os quais nos ajudaram nos últimos preparativos para receber as caravanas que já devem começar a chegar aqui a partir de quinta-feira.
José Carlos, Ânderson, Miss. Paulo Moraes, Pr. João Rita, Dorisvaldo e Célio
A grama foi rebaixada, as folhas recolhidas. Tudo foi feito com muito carinho e empenho pelos nossos irmãos.
Gerson, Ânderson, Célio e o pequeno Davi, animador do grupo
O missionário Paulo Moraes foi o responsável pela organização desse mutirão preparatório. 
Pr. João Rita e Miss. Paulo Moraes
A equipe de Rondonópolis foi composta por Paulo Moraes (missionário), Sebastião dos Santos (pastor), Ânderson e Éderson.
Pr. João Rita, Gérson, Dorisvaldo e Davizinho; Pr. Sebastião, Éderson e Ânderson
A equipe de Jaciara foi comandada pelo Pr. João Rita e foi composta por ele e por Gérson, Dorisvaldo, Célio e o pequeno Davi (filho de Dorisvaldo).
Valmi e José Carlos
Na equipe de Primavera do Leste contamos com os irmãos Valmi e Imirene, Altamiro, Argemiro e Rosilene, Maria Resplandes, Dorcilene, Maria José e Letícia, Jéferson e Fabiane; e, Fábio Resplandes.
Argemiro
Na equipe de Poxoréu, participaram José Carlos e Neide, Lourdes e Izaias, bem como o pequeno Gabriel.
Lucas
A limpeza consistiu em uma roçada, rastelada completa e recolhimento das folhas e detritos.
Maria Resplandes
As irmãs também lavaram todas as louças e panelas, deixando tudo limpo na cozinha.
Altamiro
As cadeiras e carteiras das salas de estudos também foi limpas.
Dorisvaldo, Pr. Sebastião, Éderson, Célio, Pr. João Rita, Gérson e Ânderson
As calçadas estavam coberta de lodo e foram adequadamente limpas.
Jéferson
Varios irmãos cooperaram no serviço de roçada, dentre eles o írmão Éderson, de Rondonópolis.
Ânderson
Também os irmãos Valmi, Dorisvaldo, Ânderson e Célio operaram a máquina de cortar grama.

A área de estacionamento também foi roçada, estando pronta para receber os veículos dos irmãos.
Pr. Sebastião
As margens da estrada de acesso também foram roçadas.

Enfim, Rio dos Crentes está pronto. Sejam todos bem-vindos!